Lifting de Coxas – Como Ter Pernas Lisas e Bem Definidas

Nem sempre, realizar atividades físicas ou fazer dietas para reduzir peso são suficientes para se ter um corpo mais firme e proporcional à imagem corporal desejada. Exemplo disso é o descontentamento de alguns pacientes em relação às pernas, especificamente às coxas. A boa notícia é que, atualmente, já se pode solucionar essa insatisfação por meio do lifting de coxas ou crural.

O lifting de coxa, também conhecido como dermolipectomia crural e/ou lifting crural, tem como objetivo remodelar as coxas por meio da redução do excesso de pele e, em alguns casos, da gordura acumulada na região. Como resultado, a pele fica mais lisa e os contornos das pernas mais proporcionais. 

No entanto, essa cirurgia que remodela as coxas não tem como único propósito remover o excesso de gordura dessa região. A função da lipoaspiração consiste em eliminar o excesso de depósitos de gordura nos locais onde a pele ainda possui elasticidade e é capaz de, naturalmente, adequar-se ao novo contorno corporal. Já para os casos em que a elasticidade é insuficiente, é feita uma combinação de técnicas de lipoaspiração e de lifting de coxa.

O Lifting de Coxas Pode Ser Feito Por Qualquer Pessoa?

mulher com pernas marcadas para cirurgia

De modo geral,  o lifting de coxas pode ser feito por qualquer pessoa que esteja nas condições seguintes:

• Estar com o peso relativamente estável;

• Ter flacidez ao longo da região interna ou medial da coxa e/ou coxa exterior;

• Ser saudável, sem doença que possa prejudicar a cicatrização ou aumentar o risco da cirurgia;

• Não ser fumante;

• Ter atitude positiva e expectativa realista do resultado cirúrgico;

• Ser Indivíduo empenhado em levar uma vida mais saudável, com alimentação adequada e prática de exercícios físicos.

Etapas da Cirurgia

De início, importa saber que a cirurgia de lifting de coxas ou crural inclui entre 24 e 48 horas de internação, o que pode variar conforme o caso. De acordo com a SBCP, as etapas do procedimento são as seguintes:

Etapa 1 – Anestesia

Durante a cirurgia são administrados medicamentos para conforto do paciente. A anestesia pode ser peridural ou geral; o cirurgião plástico decidirá qual a melhor opção para o caso;

Etapa 2 – Incisão (corte)

A incisão varia de acordo com a área a ser tratada, o grau de correção e a preferência do paciente e do cirurgião. A técnica mais comum de lifting de coxas, para os casos menos severos, faz incisões mínimas que partem da virilha e estendem-se para baixo, em torno da parte posterior da coxa. A pele, então, é acomodada para trazer melhor resultado ao contorno corporal.

lifting de coxas

Já para os casos mais severos de flacidez nas coxas, cuja intenção é melhorar os contornos da sua parte externa, é feita uma incisão que se estende desde a virilha, em torno do quadril. Atualmente, técnicas mais avançadas permitem que as incisões sejam realizadas em locais estratégicos, nos quais possam ser escondidas pela maioria dos tipos de roupa. No entanto, nesse caso, as incisões podem ser extensas;

Etapa 3 – Fechando as incisões

Para fechar as incisões da pele, são feitas suturas profundas de sustentação no interior dos tecidos subjacentes que ajudam a formar os contornos recém modelados;

Etapa 4 – Resultados

O resultado do lifting crural são coxas com o contorno mais suave e tonificadas, o que será visível em pouco tempo, assim que diminuam o inchaço e os hematomas. Pode ser que o médico recomende o uso de uma malha de compressão por várias semanas após o procedimento. Isso ajuda a minimizar o inchaço e a sustentar os tecidos à medida que cicatrizam. 

Após o término do procedimento, podem ser aplicadas bandagens ou curativos sobre as incisões. Além disso, você pode ser envolto em uma bandagem elástica ou de compressão para minimizar o inchaço e sustentar os novos contornos, à medida que cicatrizam. Pode ser que seja necessário, também, a colocação temporária de um dreno sob a pele,  para retirar qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular.

Quais São os Possíveis Riscos do Lifting Crural? 

Embora a lista de riscos seja extensa, muitos deles são simples e possíveis de ocorrer em qualquer tipo de cirurgia, portanto não é preciso preocupação excessiva :

  • Cicatrizes desfavoráveis;
  • Sangramento (hematoma);
  • Infecção;
  • Acúmulo de líquido (seroma);
  • Má cicatrização;
  • Necrose da pele;
  • Dormência ou outras alterações na sensibilidade da pele;
  • Riscos anestésicos;
  • Despigmentação da pele e/ou inchaço prolongado;
  • Necrose do tecido adiposo (necrose da gordura);
  • Deiscência (reabertura de uma ferida previamente aberta);
  • Assimetria;
  • Flacidez recorrente da pele;
  • Dor ;
  • Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares;
  • Inchaço persistente nas pernas;
  • Possibilidade de novo procedimento cirúrgico (retoque).

Como se dá o Pós-Operatório e o Resultado do Procedimento?

Assim que o paciente for liberado, não deverá se exceder nos movimentos, especialmente nos que envolvam o abrir muito as pernas, já que a cicatriz se encontra próximo à virilha. 

Entre as recomendações específicas estão:

  • Evitar que o curativo seja molhado durante a primeira fase (dois dias);
  • Não se expor ao sol, por um período mínimo de oito semanas;
  • Andar com passos curtos, sem afastar muito os pés, para que não haja tração excessiva na cicatriz ;
  • Alimentar-se normalmente, salvo em casos especiais;
  • Retirar pontos, quando houver, após 7 dias;
  • Tomar banho dois dias após a cirurgia.

Conforme destacado anteriormente, os resultados da cirurgia de lifting de coxas são visíveis em pouco tempo. No entanto, os finais podem levar vários meses para aparecer completamente. Logicamente, as cicatrizes permanecerão.

Pernas femininas torneadas

Os resultados serão duradouros se o paciente mantiver peso estável e estiver em boa forma. Entretanto, também dependem do tipo de pele e das características hereditárias do indivíduo.

A dica, para que tudo saia conforme o desejado, é procurar um profissional qualificado que seja membro da SBCP. Com ele, as dúvidas sobre o lifting de coxas ou crural serão esclarecidas.

Gostou das nossas Notícias?

Compartilhe essa página nas suas redes

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no twitter
Twitter
encapsulamento de prótese de silicone

Encapsulamento de Prótese de Silicone é Grave?

A realização de cirurgias plásticas é muito comum no Brasil. Dentre as mais buscadas, com certeza, está o implante de silicone para aumentar o volume das mamas. Embora este seja um procedimento que costuma não demandar novas intervenções, por vezes pode ocorrer o encapsulamento da prótese de silicone; a rejeição ou “contratura capsular” entendida como uma reação normal do organismo que pretende expulsar o “corpo estranho”.

Leia a Notícia Completa »
Iniciar Conversa
Olá, como podemos lhe ajudar?