Vou Realizar uma Cirurgia Plástica! Como devo Planejá-la?

Um questionamento bastante comum antes de realizar uma cirurgia plástica, sem dúvidas, é saber como planejá-la adequadamente. Afinal, este é um grande sonho para muitas pessoas. O cirurgia plástica planejar

Na área da cirurgia plástica, qualquer procedimento não envolve apenas finanças, embora esta seja uma das maiores preocupações para quem deseja realizá-lo. É necessário pensar também que se trata de saúde, não é só uma questão de estética. Escolher um profissional qualificado, pertencente à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), conversar com o mesmo e receber informações sobre todos os detalhes da cirurgia, desde o pré até o pós-operatório, é fundamental para garantir segurança ao paciente.  

Por que Quero Fazer uma Cirurgia Plástica? 

Antes da organização da cirurgia plástica, o primeiro questionamento que o paciente deve se fazer é sobre quais seriam os verdadeiros motivos desse desejo. Será que é uma questão de autoestima, de necessidade ou, simplesmente, de pressão social?  Por que esta reflexão? 

Sabe-se que a mídia tem um poder grandioso como formadora de opiniões, porém nem sempre as mesmas são positivas. Ela é capaz de gerar falsas necessidades, ilusões, expectativas nem sempre possíveis de serem realizadas. Buscar na cirurgia plástica uma forma de melhorar ou corrigir aspectos do corpo que incomodam e abalam a autoestima está perfeito! No entanto, querer se parecer com um “famoso”, pensar que “se fosse igual ao fulano teria mais sucesso”, ou ainda, tentar agradar aos outros através de intervenções cirúrgicas para melhorar outros tipos de problemas pessoais ou de relacionamento pode levar a futuras decepções.

autoestima

Autoestima é tão importante para a saúde quanto a alimentação saudável e a prática de exercícios físicos. Por isso, antes de se submeter à cirurgia plástica, essas razões devem ser bem ponderadas para que a operação seja feita pela razão certa.

Afinal, como Devo Planejar minha Cirurgia Plástica?

Para dar início ao planejamento, alguns aspectos devem ser levados em conta pelo paciente nesse período: suas condições psicológicas e nutricionais, seu estado de saúde, seus hábitos prejudiciais como o alcoolismo ou tabagismo, o controle rigoroso de doenças pré- existentes, a disponibilidade de tempo para fazer o repouso e a recuperação necessários no pós-operatório e, logicamente, suas condições financeiras para arcar com todas as despesas.

Sim, não se pode ignorar os custos, inclusive posteriores ao procedimento, como as sessões de drenagens, a necessidade de contratação de algum auxiliar para o período de recuperação (nem todas cirurgias têm recuperação rápida), as medicações, entre outros. O ponto positivo, para esta última questão, é que muitos profissionais oferecem possibilidades de parcelamento.

Uma boa conversa com o cirurgião já poderá tranquilizá-lo e garantir-lhe segurança! Sem esquecer de que o paciente é tão responsável pelo resultado cirúrgico quanto o cirurgião.

Passo a Passo do Planejamento!

planejamento

Ainda que não sejam uma regra, alguns dos passos listados poderão servir de caminho para atingir o tão esperado sonho da cirurgia plástica.

  • Realizar a Primeira Consulta: deve ser realizada com um mínimo de três meses de antecedência da data na qual você gostaria de realizar a cirurgia ou,  pelo menos, um bom tempo antes da data em que você gostaria de “usufruir” do resultado alcançado (ir à praia ou à piscina já com a cicatriz mais clarinha; ir a algum evento importante…). Nos primeiros seis meses, a cicatriz ainda está avermelhada, elevada, em fase de cicatrização; a região operada ainda está inchada e demora até vermos o resultado final.Por isso é importante pensar a longo prazo. 
  • Pensar na Melhor Época para o Procedimento: não há melhor época; o paciente deve levar em conta, neste momento, a forma como vai organizar sua rotina para seguir todas as recomendações de pós-operatório. A média de tempo de repouso é de 20 dias, por isso algumas pessoas escolhem o período de férias para realizá-lo.
  • Realizar os Exames Solicitados: normalmente devem ser iniciados logo após a  primeira consulta ou pelo menos três meses antes do procedimento, a fim de confirmar se o procedimento poderá ou não ser realizado na data pretendida, estando o paciente com a saúde em ótimo estado. 
  • Verificar se o Peso está Adequado: estar acima do peso poderá comprometer o resultado final , além de aumentar o risco anestésico e de complicações pós-operatórias. O esperado é estar no peso ideal e, se for o caso, emagrecer antes e manter o peso estável até a cirurgia. Receber o acompanhamento de um nutricionista especializado também é importante, uma vez que nem sempre é emagrecimento a necessidade do paciente; deficiências nutricionais pioram a cicatrização, facilitam a abertura de pontos e o alargamento das cicatrizes. 
  • Seguir as orientações do médico no pré-operatório: algumas recomendações como evitar o uso de anticoncepcional, reduzir a quantidade de cigarros para fumantes e suspender o consumo de bebidas alcoólicas são comuns antes de qualquer tipo de procedimento.
  • Planejamento Financeiro: não existem valores predefinidos para as cirurgias plásticas; os valores e o orçamento serão definidos através da avaliação presencial com o médico cirurgião. Neste momento, vale lembrar que com saúde não se brinca; buscar referências sobre o cirurgião é fundamental!

Entretanto, nem sempre os valores das cirurgias costumam ser acessíveis. Vale lembrar que, conforme o Dr. Daniel Gehlen ressalta, os custos envolvem não apenas os honorários do cirurgião, mas também os da equipe médica, do hospital, das medicações, dos materiais como cintas e meias, das próteses (se for o caso), das drenagens, entre outros. Para sanar esse problema, atualmente é possível encontrar diversas opções de pagamento; entre elas, os financiamentos e parcelamentos são os mais procurados. É comum encontrar clínicas e bancos que oferecem estas opções, mas independente da opção a ser escolhida, fazer um planejamento financeiro para realizar uma cirurgia plástica ajuda bastante.

casal feliz

Para quase tudo que se pretende conquistar é necessário um bom planejamento. Sem ele, dificilmente se visualizam os recursos necessários para atingir o objetivo proposto. Isso também é aplicado quando você se decide pela realização de uma cirurgia plástica. De posse de informações fundamentais, torna-se mais fácil obter um resultado tranquilo e bem positivo.

Gostou das nossas Notícias?

Compartilhe essa página nas suas redes

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no twitter
Twitter
encapsulamento de prótese de silicone

Encapsulamento de Prótese de Silicone é Grave?

A realização de cirurgias plásticas é muito comum no Brasil. Dentre as mais buscadas, com certeza, está o implante de silicone para aumentar o volume das mamas. Embora este seja um procedimento que costuma não demandar novas intervenções, por vezes pode ocorrer o encapsulamento da prótese de silicone; a rejeição ou “contratura capsular” entendida como uma reação normal do organismo que pretende expulsar o “corpo estranho”.

Leia a Notícia Completa »
Iniciar Conversa
Olá, como podemos lhe ajudar?